21 de maio de 2021

5 dicas para organizar as suas finanças

Compartilhe este Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest

Organizar as finanças não é das tarefas mais fáceis que temos e muitas vezes mesmo tentando não gastar mais do que ganhamos, as coisas fogem de controle. Pensando em você que está tentando arrumar um jeito de não ficar no vermelho e não precisar recorrer com frequência a empréstimos, temos algumas dicas simples e fáceis que podem te ajudar a organizar melhor a sua vida financeira: 

1. Entenda onde você está gastando o seu dinheiro: 

Essa parece uma dica boba, mas não é. Muitas vezes a gente tem uma ideia bastante errada de onde está indo o nosso dinheiro. Não é difícil acharmos que estamos gastando todo o dinheiro de maneira consciente e apenas naquilo que é necessário e depois acabar percebendo que tem muito do nosso salário indo para coisas que poderiam ser facilmente cortadas. Comece o mês anotando todos os lugares onde você gasta dinheiro: desde as contas da casa até aquele chocolate que você comprou na padaria quando chegou ao caixa. Sabendo exatamente onde você gasta o seu dinheiro fica mais fácil saber o que é possível cortar. 

2. Tente gastar menos do que ganha: 

Não ficar endividado parece ser uma conta simples de gastar menos do que ganhamos de salário, mas ter essa noção não é tão fácil quanto se imagina. Muitas vezes temos a impressão de ter mais dinheiro na conta do que de fato temos e acabamos nos enrolando com as finanças. O ideal se você quer organizar o que ganha e o que gasta é manter uma planilha de ganhos e gastos. Coloque na ponta do lápis tudo que você ganha de salário e anote tudo que você gasta, mesmo os gastos mínimos: uma bala, um cafezinho, um doce, etc. Essa é a maneira mais fácil de entender o quanto e onde você terá que cortar para parar de gastar além do que tem para gastar. 

3. Muito cuidado com o cartão de crédito: 

Pouquíssimas pessoas ainda pagam suas contas com dinheiro hoje em dia, e o cartão de crédito é um aliado prático e poderoso, mas é preciso ter cuidado. Se o seu limite no cartão de crédito foi maior do que o que você ganha por mês, por exemplo, você acaba correndo riscos bastante grandes de, sem perceber, gastar um dinheiro que não tem. Nenhum problema em usar cartão de crédito para fazer suas compras, mas se organize e tome bastante cuidado para não gastar um dinheiro que não existe. 

4. Tente poupar dinheiro: 

Nós sabemos que essa pode ser uma dica difícil de pôr em prática, principalmente para quem ganha pouco. Mas se estiver dentro das suas possibilidades, tente poupar um pouco de dinheiro por mês para usar em caso de emergências. Não precisa ser muito dinheiro, por volta de 10% do seu salário já é suficiente para ao menos ter uma reserva para aquelas situações em que ocorre um gasto inesperado. 

5. Salde suas dívidas: 

Dívidas são um problema sério porque quanto mais você demora pra pagá-las mais os juros aumentam e mais dinheiro você tem que despender para acabar com elas. Então, caso você tenha dívidas em aberto, o melhor a fazer é pagá-las e deixar as suas contas em dia, nem que para isso seja preciso pegar um empréstimo que esteja dentro das suas possibilidades. 

Se você está precisando colocar suas finanças em dia e precisa de um empréstimo de maneira fácil, rápida e sem burocracia você precisa conhecer a Limite Na Hora. Visite nosso site e conheça nossas condições.  

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest

Mais para explorar

Golpes e empréstimo: como se proteger

O empréstimo pode ser um bom aliado na hora de saldar uma dívida ou fazer um investimento. Mas você sabia que tem que ficar bastante atento para não acabar caindo...

9 dicas para organizar as suas finanças pessoais

Organizar as finanças pessoais é um grande desafio para várias pessoas, especialmente para trabalha com CNPJ e precisa cuidar também das finanças da empresa. No entanto, é uma tarefa muito importante, já...