25 de agosto de 2021

Alta nos alimentos: como organizar as finanças para gastar menos

Compartilhe este Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest

A alta dos alimentos é uma realidade que tem atrapalhado bastante a vida dos brasileiros. Para que a recente alta no preço de tudo não acabe criando um rombo ainda maior no orçamento, é preciso que a gente saiba como organizar as finanças de maneira inteligente. Reunimos aqui algumas dicas que você pode por em prática para continuar economizando mesmo em tempos de crise e ter um pouco de alívio no fim do mês

Faça uma lista de compras antes de ir ao mercado:

Ir ao mercado sem um foco específico pode fazer com que você acabe gastando mais do que deveria sem querer. Sempre que possível leve uma lista e compre apenas aquilo que você realmente precisa dentro de casa. Claro que não estamos dizendo que você nunca pode comprar algo que esteja com vontade e que esteja fora da lista, mas isso também não pode se tornar um hábito. Quanto mais você se ater a comprar aquilo que é realmente necessário, menos chances de perceber um rombo no orçamento no fim do mês.

Prefira legumes e frutas da estação:

Em geral, legumes e frutas da estação custam mais barato. Os mercados costumam fazer promoção desses itens em dias de feira. Fique atento e tente comprar aquilo que está na promoção para evitar gastar um dinheiro a mais em um item que você poderia encontrar mais barato em dias específicos. Tente adaptar o cardápio da semana aos legumes e frutas em promoção. Em geral, não é difícil fazer as substituições e você pode acabar economizando um bom dinheiro.

Fique atento às promoções:

Outra boa estratégia para tentar driblar pelo menos um pouco a alta dos preços, é ficar atento a promoções, principalmente promoções de itens básicos e não perecíveis. Fique atento aos mercados onde você costuma fazer as compras e quando ver uma promoção boa de algo que você e sua família costumam consumir bastante como arroz, feijão, óleo, etc compre em uma quantidade que dê para algumas semanas ou meses. Isso faz com que você economize um dinheiro que pode ser usado para outras despesas ou para comprar outros alimentos.

Planeje as refeições:

A gente sabe que ninguém gosta de desperdiçar comida, mas tem vezes que a falta de planejamento acaba fazendo com que alguma coisa vá para o lixo. Tente planejar as suas refeições de um modo que não sobre demais a ponto de você não dar conta de comer enquanto a comida ainda está própria para o consumo. Caso você perceba que fez mais do que deveria, congele a comida etiquetada para que você possa consumi-la em uma outra ocasião. Caso você deixe alguns alimentos estocados, preste atenção para consumi-los antes da data de validade para não perder nada.

Se mesmo com ajustes no orçamento o dinheiro ainda está pouco, o empréstimo é uma opção a ser considerada. Empresas como a Limite na Hora, por exemplo, liberam o dinheiro na hora, sem burocracia, e sem necessidade de ter o nome limpo. Se você está precisando de dinheiro rápido, não perca tempo e visite o nosso site. Aqui o empréstimo é feito através do seu cartão de crédito e o dinheiro cai na sua conta na hora! É fácil, rápido, sem burocracia e você recebe o dinheiro para pagar as suas dívidas em menos de 24 horas. Não perca tempo, venha pegar seu empréstimo com a gente clicando no link.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest

Mais para explorar