22 de setembro de 2021

Refinanciamento de dívida: o que é e como te ajudar

Compartilhe este Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest

Ficar devendo dinheiro para uma empresa ou um serviço não é das melhores sensações do mundo. Além disso, contrair dívidas pode trazer outros problemas como dificuldades na hora de conseguir financiamentos, crediários, fechar negócios, abrir conta em banco, entre outros. Se esse é o seu caso, você sabia que é possível pedir um refinanciamento de dívida? Nós te explicamos quando você pode optar por ele e quais as vantagens que o refinanciamento traz. 

O que é o refinanciamento? 

Refinanciamento é uma espécie de empréstimo oferecido a juros mais baixos para que você consiga pegar uma dívida ou financiamento que esteja te trazendo problemas. Várias empresas de crédito oferecem esse tipo de serviço, inclusive permitindo que você junte várias dívidas de uma vez para refinanciar. Caso você já tenha ouvido falar desse tipo de serviço, pode ser que você esteja se perguntando se é uma boa ideia. 

Vale a pena fazer um refinanciamento? 

Em alguns casos, sim. Se você acumulou muitas dívidas que está com dificuldades de pagar, ou se estamos falando de uma dívida de valor alto que vai perdurar por bastante tempo, como o financiamento de uma casa ou de um apartamento, o refinanciamento pode ser uma boa opção sim. Os juros não são muito altos e é um modo de você honrar com seus compromissos sem correr o risco de ficar com o nome sujo ou até mesmo perder um bem por falta de pagamento. Agora, para dívidas menores, existem outras opções que podem fazer um pouco mais de sentido. 

Um empréstimo pode ser melhor do que o refinanciamento? 

Em casos de dívidas menores, sim. Imagine que você está com o pagamento de roupas ou itens para casa em aberto em uma determinada loja, ou deixou de pagar apenas um determinado número de parcelas por causa de um imprevisto. Isso não causa uma dívida altíssima a ponto de um refinanciamento se tornar a melhor opção. Um empréstimo de um valor baixo pode ser o suficiente, e além disso, você pode optar por renegociar a dívida ao invés de refinanciar. É possível entrar em contato com a empresa ou com o estabelecimento com o qual você tem dívidas e encontrar a melhor maneira de saldar o que você deve, seja pagando em parcelas menores, seja recebendo um desconto para pagar à vista, o que pode ser uma grande vantagem em caso de valores mais baixos. 

Ou seja, o refinanciamento é uma boa opção, mas em casos bastante específicos de dívidas longas ou de valores muito altos.  

Para saldar dívidas, o empréstimo é uma opção a ser considerada. Empresas como a Limite na Hora, por exemplo, liberam o dinheiro fácil, sem grandes burocracias (apenas seus dados e cartão de crédito), e sem necessidade de ter o nome limpo. Se você está precisando de dinheiro rápido, não perca tempo e visite o nosso site.  

Aqui o empréstimo é feito a partir do saldo disponível cartão de crédito e o dinheiro cai na sua conta na hora! É fácil e você recebe o dinheiro para pagar as suas dívidas em menos de 24 horas. Não perca tempo, venha pegar seu empréstimo com a gente clicando no link.  

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest

Mais para explorar